Deus te capacitou para essa caminhada e quando for impossível andar mais Ele te carregará

16:33:00



Há um caminho longo á sua frente. Nele há pedras, alguns buracos, vários atalhos e quase nenhuma sombra para poder parar e descansar debaixo dela. Mas é necessário continuar correndo. Então você continua correndo. Corre até suas pernas queimarem, até o seu peito arder, até o seu corpo dizer que não aguenta mais, que se der mais algum passo irá desabar no chão e lá irá ficar. Mas você sabe que esse caminho tem que ser percorrido por você e que não há outro modo de chegar ao seu destino a não ser correndo. Essa é a única maneira dentro das suas possibilidades e você precisa continuar porque se desistir nunca saberá o que teria no final da jornada. E pensando nisso, liberando verdades já ditas sobre você, vai correndo, só que mais devagar e quase tombando no chão até que vê de longe uma casinha, trilhos e o barulho do trem se aproximando.

O seu destino está próximo, tão próximo que uma alegria percorre seu corpo e lhe dá um novo combustível para correr o caminho que ainda resta. Então finalmente chega na casinha que é o posto de embarcar e desembarcar dos passageiros do trem, mas lá só tem você, nenhum outro passageiro, nenhum funcionário. Mas há um banco de madeira encostado na parede e lá você se senta para esperar o trem chegar. O barulho dele está cada vez mais alto, já enxerga a fumaça que ele vai soltando pelo ar e fica ainda mais feliz, pois logo essa viagem terá um fim, ou melhor dizendo, o fim da corrida, mas o inicio da outra etapa da jornada. Pois a corrida foi o caminho que você poderia percorrer por suas próprias forças e dentro da sua possibilidade, já o trem é o transporte que te levará para onde não poderia ir com as suas pernas, pois seria impossível fazer esse trajeto com as suas capacidades.

Nessa breve parábola, o caminho é a vida, a corrida é a capacidade que você tem de fazer algo, a casinha e o banco é o lugar de descanso depois de fazer tudo que poderia fazer, e o trem (ah o trem!) ele é Deus. Pois se tem uma coisa que aprendi com Deus, e não foi muito fácil de aceitar essa verdade, é que Ele nos dá coisas para fazer e elas estão dentro das nossas capacidades. Capacidades essas que Ele mesmo nos deu, pois sem Ele nada seríamos, e tudo quanto temos, tudo quanto somos, vem Dele e é por Ele. Então á medida que vivemos, ou seja, á medida que percorremos esse caminho árduo e longo, Ele vai nos enchendo de Si mesmo, nos dando forças, sabedoria, dons, talentos, bons relacionamentos, alimento e outros suprimidos para a nossa caminhada. Mas não é porque Ele nos dá tudo isso que devemos ficar parados esperando que Ele venha e nos carregue, ou que mande outra pessoa em nosso lugar para fazer tudo isso, pois se Ele nos chamou, capacitou e disse para onde deveríamos ir, temos que nos mover.

Porém, não é porque recebemos tudo que precisaríamos para nos mover que vamos nos sentir prontos, bons o suficiente, confiantes. Sempre resta em nós o medo, insegurança, pensamentos negativos, decepções não curadas, e outras coisas que podem nos atrapalhar e nos manter na beira da estrada em vez de corrermos rumo ao nosso objetivo. E tudo isso porque tanto eu, quanto você, quanto todos os outros, temos dificuldades em aceitar o que Deus diz sobre nós e aquilo que Ele nos pede, pois isso carece de confiança em quem Ele nos fez e ficamos temerosos sobre o que teremos que enfrentar até chegar lá. Todavia, precisamos deixar de lado nosso orgulho e sentimentos pessimistas que nos impedem de correr, temos que aceitar o que Ele já disse e constantemente liberarmos sobre nós as verdades já ditas. É ficar repetindo: “Ele me capacitou. Ele me dará forças. Nele eu posso suportar. Tudo vai ficar bem porque Ele está comigo”.

Então que você comece a liberar sobre si as verdades que Ele já soprou sobre você e comece acreditar na sua nova identidade que recebeu em Cristo, pois Nele você é nova criatura e as coisas antigas já se passaram. Agora vá. Corra. Não pare. Só corra. Pegue o que Ele te deu, ponhas nas costas e só vai, pois apesar de você ter que fazer isso só, não quer dizer que Ele vai se afastar ou te deixar, pois Deus sempre estará ali ao seu lado. Mas Ele quer que você faça isso, pois faz parte do seu amadurecimento, fortalecimento e aperfeiçoamento do seu propósito, além de mostrar o quanto você O ama e confia Nele. E não deixe a voz do inimigo ou de qualquer pessoa dizer que não vai conseguir, não acredite nisso, mas sempre repita o que Deus já disse. A própria Bíblia já tem tantas palavras ditas para você, por isso constantemente se alimente dela, pois ela é o pão que Deus lhe forneceu. E quando sentir sede beba do vinho que Ele de deu, pois o vinho é uma Pessoa, e essa Pessoa é O Espírito Santo e Ele veio para te consolar, ajudar e te revestir de poder para essa caminhada.

E quando você chegar na casinha do trem, saiba que lá é o limite das suas forças e é o marco divisório entre o possível que você fez e o impossível que Deus irá fazer. Agora quando chegar lá faça o favor de descansar, de se acalmar e ficar esperando com paciência enquanto o trem se aproxima. Não vá tentar continuar correndo, pois o seu corpo não aguenta mais, agora é se entregar por completo nas mãos de Deus, pois até ali você foi fiel no pouco que Ele te botou, agora Ele te porá no muito e você precisa que Ele te leve até lá. Portanto, aproveite o momento de descanso para agradecer, para adorar, para sorrir, para recapitular como foi sua corrida e vê aonde aprendeu, melhorou, amadureceu. Vai perdoando o que precisa ser perdoado, vai pedindo perdão para quem precisa pedir, vai abandonando aquelas coisas que não conseguia deixar, mas que não necessárias serem deixadas, pois não pode ir com bagagens pesadas. Fique o mais leve possível. E não perca o foco, lembre-se que está esperando o trem chegar, não vá mudar o seu objetivo e nem se distrair com aquilo que o mundo pode te oferecer, só fique ali esperando.

Quando Ele chegar será tão lindo! A sua cara de cansaço logo vai dar lugar para um enorme sorriso, você vai esquecer que seu corpo estará debilitado e sairá correndo para abraça-Lo e dizer o quanto esperou por esse momento, e como foi difícil chegar até ali, então Ele irá sorrir de volta e dizer: “Eu sempre estive do seu lado, nunca te deixei só na caminhada, mesmo quando olhou para o alto e perguntou onde Eu estava que não aparecia, e por que eu permiti certas coisas ruins te acontecerem. Mas tem coisas que você não entenderá agora e outras que irei te contar no caminho. Vamos?”. Então finalmente você poderá ir rumo ao impossível, ao centro do propósito, vontade e intimidade com Deus. Não tenha medo, não deixe a insegurança te dominar, somente segure na mão Dele e entre no trem. Tudo será novo, diferente e incrivelmente distante de qualquer sonho maravilhoso que você teve, pois será melhor ainda. 


Escrito por: Tatielle Katluryn


"As palavras que eu digo não são propriamente minhas, mas do Pai que vivem em mim." João 14:10

Deixe algo nos cometários, pode ser uma crítica, sugestão, elogio ou qualquer outra coisa. 
Quer conversar sobre algo que sentiu em relação ao texto? Desabafar, pedir ajuda, receber conselhos ou oração? Só entrar em contato.

Outros textos para você ler

1 comentários

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Quando todos se vão Deus permanece e cuida da menina que foi deixada para trás

Ela é aquela que fica quando todos por algum motivo decidem ir embora. Ela sempre fica e se pergunta o que fez de errado para isso ac...