Lutei só por uma vida a dois

10:49:00



Era para ser. Pelo menos eu acreditei que dessa vez ia dá certo. Eu cruzei os dedos, fiz pedido a cílios e estrelas cadentes, assoprei velinhas de um bolo que não era do meu aniversário, e persisti mesmo quando eu devia já ter desistido.

É que tudo parecia bom, o conjunto do eu e ele parecia tão correto, tão fácil, tão possível. Ele compartilhava seu amor pela cultura inglesa e eu dizia o quanto era fascinada por tudo que dizia respeito a Europa no século XIX. A música que ele mais ouvia era a minha favorita, e nossas bandas prediletas eram as mesmas. Os livros que ele lia eu já havia lido e conversávamos sobre os personagens.

Eu nunca quis alguém como o quis, nunca desejei alguém como o desejei. Mas quando percebi eu estava falando sozinha insistindo com alguém que não se interessava em perguntar nada sobre mim. Eu dizia e ele ouvia, eu calava e ele matinha o silêncio por dias se possível, e eu não aguentava e retornava a falar com ele com o mesmo entusiasmo de sempre.

Simplesmente não posso insistir mais em algo que estou lutando sozinha para dar certo. No começo eu tinha quase certeza que ele poderia sentir o mesmo que eu, porque seu olhar procurava o meu na multidão, era a minha opinião sobre assuntos banais que ele concordava e tomada para si como suas próprias palavras. Tentava me fazer rir, era atencioso, queria saber mais sobre mim, porém chegou num momento que parou de cavar mais fundo como se tivesse cansado de procurar por uma coisa que sabia que nunca encontraria.

Foi então que passou a dar atenção a outras pessoas, nunca me doeu tanto quando eu vi que fui substituída. Eu sei que em mim não há nada que possa convencer alguém a ficar, nada para alguém amar, que meu corpo não tem beleza, que meu sorriso não é tão bonito, e meus cabelos não ficam soltos ao vento da tarde quando ele gosta de contemplar o por do sol.

Nunca tive tanta certeza que ia dar certo. Eu me imaginei ao lado dele para o resto da vida porque não havia nada mais completo do que nossas metades juntas num mesmo contexto. O meu eu encontrou o dele e quis fazer morada, e não consigo entender como ele desfez o tudo ou quase nada que tínhamos por conta de motivos que nunca conhecerei.

Sei bem que não sou fácil de lidar, de amar, de cuidar. Me irrito com pouca coisa fora do lugar, falo que vou desistir da vida umas mil vezes por dia e chego a dizer que vou embora para nunca mais voltar. Porém eu achei que ele fosse capaz de amar meu lado mais feio e obscuro, entender que todos tem escuridão dentro si e que nem tudo que há em nós é feito de luz.

A decepção tão conhecida voltou ao mesmo lugar de sempre e riu da minha cara porque por mais que já tivesse sofrido, eu ainda tive coragem de acreditar novamente num suposto amor. Mas como não se deixar iludir quando tínhamos os mesmos interesses, sonhos, desejos, crenças e princípios?

Se ele quisesse alguém para fazê-lo feliz essa pessoa seria eu, se fosse procurar uma pessoa para dividir a vida teria que me achar. Eu não sei o que ele quer, não sei o que tanto procura, mas tenho certeza que não sou eu e isso dói, porque é tão fácil imaginar um futuro onde ele faz parte de todos os meus planos.

Espero que ele seja capaz de encontrar a felicidade com outro alguém já que a negou ao meu lado. Eu até acho que deveria ter aberto o jogo e falado tudo que sentia, mas que diferença ia fazer? Qualquer cego era capaz de enxergar o quanto eu o queria e seria capaz de ama-lo como merece.

Tenho agora que conviver com mais essa perda sem nunca ter tido a chance de ter e torcer para que um dia possa dar certo com alguém qualquer. Estou só não por escolha e sim por falta de opção e de interessados, sabe como isso faz com que me sinta um lixo ambulante que todos fogem por causa do odor?

Já pensei que ser tão só é uma forma de Deus me dizer que Ele desviou do meu caminho todos aqueles que seriam capazes de me fazer algum mal, que se Ele tivesse deixado tudo por meu querer e vontade eu já teria me quebrado mais vezes e nunca seria outra vez recuperada. E é isso que me consola, saber que pode ser o cuidado de um Pai que não aguenta ver a filha sofrendo na mão de pessoas que só querem fazê-la mal. 

Ele cuida tão bem de mim e só sei reclamar porque os pensamentos Dele são bem mais altos que os meus, então não consigo saber o que Ele pensa sobre tudo isso, só sei que estou aqui em pé porque a graça Dele me basta quando eu acho que a desistência é a única solução e que a infelicidade é sem dúvida o meu destino final.

Para complementar o texto ouça a música: De Platão para Neruda - Lorena Chaves 


P.S: Se puder, e quiser, deixe algo nos cometários, pode ser uma crítica, sugestão, elogio ou qualquer outra coisa. Vou adorar receber <3 
E se quiser me ajudar clique nos anúncios.



Escrito por: Tatielle Katluryn

Outros textos para você ler

4 comentários

  1. Sinto tanto os sentimentos das suas palavras, e você deve saber disso. Acho que quando você está escrevendo a minha alma pode sentir enquanto você escreve ou digita. Acho que cada palavra que sai dos seus pensamentos passam por alguma ponte em direção aos meus... Porque hoje de manhã eu estava justamente pensando nisso, pensando em cada assunto desse seu texto. Acho tão incrível o quanto podemos ser ligadas sem nunca termos nos visto. Acho isso tipo uma esfera que Deus abriu só para alguns seres humanos, essa esfera que é sentir a alma do outro sem se quer conhecê-lo. Quero agradecer sua alma por manter contato com a minha. E saiba que estou aqui pra quando precisar. Parabéns pelo texto <3 =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu nó na garganta ler isso, me segurei viu, ou você me faz rir ou me emociona. Logo eu que nunca achei que os meus textos ganhariam tamanha importância, agradeço o carinho enorme que tem por mim e é uma benção não estarmos sozinhas numa situação assim, graças a Deus fui curada dessa decepção, espero que você também fique bem nos braços de Deus.

      Excluir
  2. Texto ótimo, me aparenta vivência de conhecidos. Sabe o melhor de tudo é no futuro tudo isso passa e a gente vê que tudo que passou foi só mais uma experiência, que com ela amadurecemos e aprendemos como lidar com tudo isso, pois o melhor de cada pessoa ainda está por vir. Tem coisas que pensamos ser o nosso ideal, mas a escolha de verdade vem de Deus, o mais propício a dizer é somente que Deus sonhe pela gente, e que ele tome o controle de tudo porque ele sim sabe o que é de melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, concordo com cada palavrinha. E graças a Deus que isso passou, esse texto é meio antigo, só tive coragem de publicar agora, e esse sentimento não dói mais e ontem vi o quanto isso não era para ser, que eu me enganei e que Deus me livrou de mais um mal. Tenho que ter mais paciência e esperar Nele o melhor para mim.

      Excluir

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Quando todos se vão Deus permanece e cuida da menina que foi deixada para trás

Ela é aquela que fica quando todos por algum motivo decidem ir embora. Ela sempre fica e se pergunta o que fez de errado para isso ac...