Busque a felicidade sem prejudicar ninguém

14:49:00



Faça o que te faz feliz”. É a expressão mais dita ultimamente como se fosse uma espécie de verdade absoluta e incontestável. Quando a vida dá um nó e não se sabe como voltar ao laço, aquilo que era só pesadelo se torna realidade, o abandono é rotina e o desamor cresce como erva daninha, essa frase aparece como um ato libertador de tudo que pode nos aprisiona.

Todavia, o que pode nos fazer feliz é mesmo capaz de nos trazer felicidade? Será que antes de correr atrás não é melhor analisar a situação e ver se é válido? Aquilo que podemos achar que nos trará sorrisos pode muito bem nos fazer chorar, porque não sabemos com exatidão o chão que pisamos e se podemos ou não cair num buraco.

O que te faz feliz pode trazer infelicidade a outra pessoa e você pode fazer isso de forma indireta ou intencionalmente. Pode machucar, decepcionar e iludir. Pode prejudicar, enganar e derrubar. Talvez sua mãe não aprove, seu pai também não, até seus amigos dizem que isso não é uma coisa boa, outras pessoas próximas podem dizer o mesmo, perceba que nem sempre os outros querem o nosso pior, muitas vezes eles nos aconselham porque não querem que nosso triunfo se torne um fracasso. 

Não se pode buscar a felicidade custe o que custar, doa a quem doer, porque seria um ato extremamente egoísta onde você só pensa em si mesmo e não nas consequências de suas escolhas. Num mundo ideal onde as pessoas fazem apenas o bem poderíamos até fazer só o que nos faz feliz, mas num caos onde a mentira vive disfarçada de verdade, o amor vira ódio e o rancor mora no lugar da compaixão, ao ir atrás da tal felicidade podemos levantar ondas violentas que podem se tornar um tsunami e levar embora tudo que importa na vida de outras pessoas.

É tão comum ultimamente as pessoas irem atrás de seus objetivos sem se importar com as consequências, como se cada ato não atingisse quem está ao redor e os estilhaços não provocassem machucados. Mas eu sei que em muitos casos se ficarmos esperando pela aprovação dos outros nunca faremos nada, porque eles buscam em nós uma perfeição que não acham nem em  si mesmos, e só sabem criticar nossas escolhas sem dar uma chance ao que queremos. Porém temos que avaliar a situação e enxergar a obscuridade por detrás dessa luz ofuscante, nunca fazendo as coisas por impulso e pisando nos outros.

Eu posso sim fazer o que me feliz desde que não seja algo enganoso, que não me faça mal, que não fira a mim e nem a ninguém. Que seja um ato tão racional quanto emotivo, que não tenha um desfecho triste e não traga lágrimas ao invés de risos. Que faça bem ao corpo e também a alma, que me faça refletir sobre o meu papel nessa Terra e me leve a ter atitudes mais conscientes.

Seja feliz, ria até a barriga doer, gargalhe rolando pelo chão, grite sua alegria e faça o mundo ver como o seu sorriso brilha. Mas não faça isso visualizando apenas a si mesmo no jogo, como se nada mais importasse a não ser a sua própria vida e que os outros se explodam. Nós estamos juntos nesse barco e se ele afundar teremos que ensinar uns aos outros a nadar contra a maré.

Apenas não se esqueça de que por mais independentes que possamos ser ainda somos uma humanidade. Todos juntos num planeta azul sustentado sobre o vácuo do Universo, e buscar o que é melhor para mim não pode vir a trazer sofrimento aos outros, porque temos que sair dos muros que construímos e observar que não estamos sozinhos, que a dor não é só no nosso coração, que também há gente por aí que chora tão quantos nossos olhos são capazes, e que só querem ser felizes apesar de tudo.  


Que a sua felicidade seja o motivo da alegria de outros também, porque rir sozinho pode ser loucura, mas rir junto é expandir nosso coração e fazê-lo dançar com as estrelas. Pratique o amor, a tolerância e deixe seus ouvidos atentos aos conselhos. É estranho dizer tudo isso, mas é que cansei de ver tanto egoísmo como se a vida fosse uma corrida e quem vence é aquele que mais ignora os sentimentos alheios. 

Lute por si mesmo, mas não se esqueça que nessa batalha não estamos sozinhos.

Para complementar o texto ouça a música: Daniela Araújo - Erros e Acertos

P.S: Se puder, e quiser, deixe algo nos cometários, pode ser uma crítica, sugestão, elogio ou qualquer outra coisa. Vou adorar receber <3


Escrito por: Tatielle Katluryn

Outros textos para você ler

2 comentários

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Os 13 porquês que Deus te diz para você não cometer suicídio

Ás vezes parece que você está á deriva num imenso mar. Acima há apenas céu e ao redor também, não há nada para se segurar, nenhum barco...