O que seria de nós sem os recomeços?

17:51:00


Estou com medo de abrir os olhos e me ver no meio de uma encruzilhada, onde o meu medo está em errar o caminho a ser escolhido, ou de ficar parada por não saber para qual lugar ir. O desconhecido me assusta, porque não sei o que irei encontrar pela frente, e me apavora a chance de dar um passo por onde nunca me aventurei a andar e cair num buraco que me leve ao inferno.

Os dias passaram tão rápido, mas ainda não tive tempo de responder nenhuma das minhas dúvidas. Meus questionamentos foram empurrados para debaixo do tapete e agora não consigo sair de casa porque o montante de lixo está tão grande na minha porta que impede minha passagem.

Ano passado eu disse que nesse ano seria tudo diferente. Que a dieta daria certo, que eu finalmente deixaria a criancice de lado e me tornaria a adulta que devo ser, que eu não choraria mais por bobagens, e que não iria deixar meu coração se apaixonar por qualquer um que me desse um pouco de atenção.

Mas ouso dizer que todos os velhos erros se repetiram e que descobri novas maneiras de errar. A vida correu e não pude alcança-la. Estou outra vez fracassada, enfrentei a derrota e não venci. Não tive nenhuma ideia brilhante, o sucesso não chegou até mim, não fui pedida em casamento e nem pedi ninguém em matrimonio, estou tão só quanto no inicio e tão frustrada com tudo que deveria ter dado certo e não deu.

Sobrevivi a mais um final de ano! Eba! E como de praxe, vou me encher de expectativas, de promessas que jamais irei cumprir, porque quando esse novo ano terminar terei as mesmas decepções e vou chorar me lamentando novamente. E esse é o discurso mais pessimista que alguém pode fazer, então: não o imite!

Talvez até hoje nada que você queira tenha de fato acontecido, e que os sonhos estão tão longe que você nem mais os enxerga. Mas parar de acreditar é perder a fé, e não ter mais fé é suicídio. As vontades loucas é que nos deixam vivos, que nos impulsionam e nos motivam a continuar, por isso se nada daquilo que quisemos pôde ocorrer não devemos parar de querer, porque se não aconteceu ainda não significa que não irá acontecer algum dia desses.

A vida só acaba quando Deus permite, e enquanto se estiver vivo lute por aquilo que deseja conquistar. As expectativas que nos invadem ao termino de todo ano são sinais de que ainda temos forças para perseguir o impossível. E que o nosso erro é abandonar os sonhos ao longo do ano por causa das decepções que veem com os problemas.

Por causa disso, desejo que você seja forte o suficiente para chorar frente a alguma dificuldade, para depois se levantar com o coração leve e entrar no campo de batalha outra vez. Você tem que tentar o que já tentou antes, nada de pessimismo e dor, essa é a sua chance, vamos lá, Deus está contigo.

Quando as luzes explodirem no céu é o recado que a vida te dá que você também é capaz de brilhar assim se quiser. Tenha força e fé. 


Escrito por: Tatielle Katluryn

Outros textos para você ler

0 comentários

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Os 13 porquês que Deus te diz para você não cometer suicídio

Ás vezes parece que você está á deriva num imenso mar. Acima há apenas céu e ao redor também, não há nada para se segurar, nenhum barco...