Para quem já pensou em suicídio

16:29:00


Eu não ouvirei mais a rizada adocicada dele, eu sentirei falta das bobagens que ele dizia. A bicicleta dele não sairá mais da garagem, seu quarto vai ficar espaçoso, mas não terá vazio maior do que aquele que haverá dentro de nós. Algumas músicas que não iram tocar mais, e filmes que não poderão ser assistidos, pois tudo fará a imagem dele voltar as mentes de quem o via de perto todos os dias.

A notícia que anunciou em tom trágico a sua morte nos pegou de surpresa, e a recebemos como um tapa dado na cara, que nos anestesiou o corpo, nos deixando em silêncio e olhos marejados, pois horas antes ele estava ali com a gente, com seu jeito moleque que não leva nada a sério. Na tarde anterior, estávamos brincando como crianças, e fico imaginando que ninguém poderia imaginar tal fim no dia seguinte. 

Não foi justo com ele, pois estava vivendo tão normalmente, tão despreocupadamente, jamais passou por sua cabeça que seria seu último dia com vida, que tinha uma doença silenciosa tão perigosa. A morte o levou sem se importar com os seus sonhos ainda não realizados, e deixou familiares e amigos em desespero porque o mundo nunca mais será o mesmo sem ele do nosso lado.

É uma sensação horrível saber que seu corpo irá ficar em um buraco escuro, como se ele nunca antes tivesse sido humano como eu. Não há nada mais triste que ver sua mãe e seus irmãos, sabendo que há mais dor dentro deles que não podemos perceber. Uma apunhalada como essa nunca poderíamos esperar.

Fico imaginando agora aqueles que por motivos de humilhações, abusos, ilusões, medo, arrependimentos, dentro outras razões, escolhem a morte a vida, como se vissem no suicídio a única forma de terem paz e alivio, sendo que têm pessoas que não querem morrer e morrem.

Não posso saber o tamanho da dor que leva alguém a fazer isso, ou apenas a pensar e planejar, mas sei que nunca será grande o suficiente, porque por mais que os problemas sejam gigantescos, sempre há um jeito, por mais que a solução não possa ser vista, mas existe sempre uma saída. Acredite no otimismo. Não deixe pensamentos obscuros te levarem para o abismo.

Se não quer viver porque não suporta a dor da existência, viva por alguém, não seja egoísta, e se tem medo de continuar, não seja covarde, vá em frente com uma esperança que ninguém vê a não ser você. Porque se você acabar com sua vida tenha logo a certeza que acabará com a vida de tantos outros que se importam contigo, que podem te amar em silêncio, que querem apenas que você seja forte e aguente mais um pouco, porque eles têm fé que as coisas vão melhorar para ti.

Por favor, se não tem mais vontades em ti, aprenda a andar de skate, a nadar, a tocar violão, a fazer pizza, porque alguém que morreu já quis isso, mas não poderá realizar nada disso, e você está aí vivinho e pode tudo e mais um tanto.

Eu estou aqui implorando para você jogar fora essa lâmina e os comprimidos, até tocar fogo nessa forca, porque eu vi a cara da tristeza de perto e ela ainda me assombra. Sua vida tem valor e não merece ser abandonada por qualquer motivo que você possa dar, porque se o seu coração bate é para te lembrar de que a vida é um presente que você ganhou de Deus, então não o desperdice, pois o Planeta Terra é enorme, ande por ele e achará sorrisos que nunca imaginou dar. Respira fundo e tente outra vez ficar bem, por mim, por aqueles que conhece e por quem já se foi. 

Dedico este texto ao Gustavo. Sentiremos muito a sua falta. 



Escrito por: Tatielle Katluryn

Outros textos para você ler

12 comentários

  1. Estou em lágrimas, saiba que você consiguiu salvar uma vida.. esse texto me ajudo muito veio na hora certa me fez refleti muito! Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gaby <3 então você chorou junto comigo, porque esse texto foi duro de escrever, porque eu estava sufocando com a morte do Gustavo, porque horas ele antes dele morrer eu estava pensando no valor que tinha a minha vida, passei a tarde mal e a noite quando soube do que aconteceu com ele me doeu profundamente. E logo me veio a ideia de escrever para as pessoas que se sentem a ponto de desistir, que elas, assim como você, não devem nunca abrir mão do que são para morrerem em nome da dor que sentem. Saiba que a vida vale a pena, por mais que ela nos fira, queria continuar, porque Deus nos fez humanos para lutarmos todo dia uma batalha. Estou aqui para o que precisar. Não desista nunca.

      Excluir
  2. Oh céus, eu adorei o texto. Lembrei de muita coisa do passado.
    Vou usar ele no meu "livro" do Wattpad Okay? Mas claro, dando o seu merecido e maravilhoso crédito.
    Caso queira ler entre no meu perfil (durgsqtata) e procure por Frases de uma garota Estranha.
    Muito lindo e emocionante o seu texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tha <3 espero que suas lembranças tenham te dado uma reflexão profunda sobre esse tema e que qualquer vontade de desistir possa sumir em nome de Jesus. Agradeço o carinho, fico feliz em saber que ele te tocou grandemente, mas que toda honra seja dada a Deus, pois Ele que me deu essas palavras. Vou lá no seu blog :)

      Excluir
  3. Lindo seu texto! Desculpe a pergunta, mas gostaria de saber o q aconteceu com o Gustavo? Tbm perdi uma pessoa a pouco tempo :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ter lido, Lu <4 Sem problema em relação a pergunta... Então, o Gustavo teve um ataque cardiaco fuminante :'( e o mais doloroso nisso tudo é que dias antes todo dia a gente se via, brincava e tudo mais, é uma sensação esquisita que ainda não passou. Oro para Deus te dar forças, Lu, porque eu sei como é dificil seguir em frente tentando entender o que aconteceu. Que você possa voltar a sorrir e se sentir bem outra vez, porque a vida continua, então vamos viver também por essas pessoas que morreram como uma forma de agradecer por elas terem um dia existido.

      Excluir
  4. Que texto lindo, difícil conter as lágrimas. Incrível como palavras tem poder de destruir uma pessoa e o poder de salvar pessoas. E vc com suas palavras conseguiu me ajudar. Me ensinou que a minha vida tem sim um verdadeiro valor, só preciso enxergar isso. Obrigada por me ajudar a acreditar novamente. Sinto muito pela morte do Gustavo. 😔

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigda por ler. Ontem eu fiquei lembrando do Gustavo e agora pensei no pesar que me fez escrever isso. Realmente as palavras saíram dolorosamente, mas Deus fez nascer flor no meio dessa escuridão. E eu quis de fato escrever sobre esperança para aqueles que só veem saída na propria morte. É muito importante para mim saber que refletiu sobre isso e espero que nunca ouse desistir. Quem te salvou foi Deus, eu apenas sou o canal que leva as palavras Dele a pessoas incriveis como você, e sinta o meu abraço e a minha oração por ti. Sempre há um motivo para proseguir, mesmo que a gente não o veja. Mas continue procurando razões para ir em frente porque sempre há um jeito de curar seus machucados e viver feliz outra vez.

      Excluir
  5. Obrigado por tudo, eu te amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei bem ao que esse"tudo" se refere, estou muito assustada com esse comentário, para ser bem sincera, mas eu que agradeço por lê e espero que a mensagem que esse texto leva tenha tocado em seu coração, porque é algo que Deus quer dizer a todos nós.

      Excluir
  6. Pare de espalhar seus textos como se fosse salvar alguém. Gustavo teve um ataque fulminante, ele não queria morrer, ele era feliz. Já parou pra pensar em quem sofre um ataque todos os dias? Em quem tem transtornos psicológicos causados por um passado cruel? Não é motivo pra morrer né?! É egoismo né?! Tente sobreviver dia após dia lembrando que sua vida foi arrancada de você por um monstro que continua vivo nas ruas e na sua mente! Tente conviver com a síndrome do pânico, com o transtorno de ansiedade, com os inúmeros dias depressivos pensando em como seria se o seu caminho não tivesse se cruzado com o caminho de um monstro. Egoismo é vocês não tentarem entender o motivo dos que sofrem muitas vezes calados. Dos que já não vivem mais pq suas almas foram arrancadas de seus corações e ainda são obrigados a ouvir que isso é besteira. Pois eu te digo: não é besteira! Sinta na pele antes de escrever sobre algo que você não entende. Se queremos causar dor nos que estão próximos de nós? Nunca foi a intenção! Nós os amamos em primeiro lugar. Queremos deixá-los na paz, sem ter que passar pelo sofrimento de te ver passar pela vida como uma sombra, de ter que viver em psicólogos e psiquiatras, de ver as tantas prescrições pra tentar controlar uma coisa que nunca vai passar. O ataque cardíaco levou seu Gustavo à morte. As crises de pânico, os sentimentos ruins causados em mim por um monstro filho da putae matam todos os dias, e o pior? Eu continuo viva. Eu não sou feliz como o seu Gustavo era. Eu mal consigo sair de casa pq tenho fobias, eu perdi um emprego pq tive uma forte crise no horário de trabalho e ninguém sabia o que fazer (bo outro dia o pessoal do RH me demitiu e mandou eu procurar tratamento psiquiátrico... rsrs... achei que fosse sarcasmo deles, pq eu faço esse tratamento há 9 anos! Mas esse inferno nunca teve cura...)
    Antes de espalhar seus textos se preocupando com quem vai ficar triste e sofrendo com a morte de um suicida, tente pensar também no sofrimento que o suicida carrega com ele, muitas vezes anos a fio. Para de chamá-lo de egoísta, se coloque no lugar dele, isso se chama empatia. Sinta o que o outro sente por um dia... Não, melhor, por uns minutos! Veja os motivos dos transtornos, tente conviver com os transtornos e com o que os causou. Pense em quanto tempo você sobreviveria. Quanto tempo conseguiria lidar com isso? Ah, sim, não se mate! Seria egoísmo seu!

    Foda-se o setembro amarelo se vierem com julgamentos! Cuidado! Eles são munições pros nossos instintos!

    ResponderExcluir
  7. Meu anjo, se fui tão egoísta assim no que eu escrevi eu mereço cada palavra destas que você jogou contra mim como pedras. E ofereço o outro lado do meu rosto para você bater. A questão é que até hoje a morte do Gustavo me dói e sabe por que? Porque todo dia pergunto para Deus porque ele se foi e eu não, e sabe por que faço essa pergunta? Porque para mim a vida perdeu o sentido no dia que um mostro cruzou meu caminho não nas ruas, mas em outro lugar. E ninguém sabe disso porque ninguém pode me ver como alguém que prefira a morte do que a vida. Eu falo do que aconteceu com os outros porque não aguento falar de mim mesma, você é tão corajosa por ter falado de si mesma aqui, eu sinto a raiva em cada letra como se me acusasse de algo que não fiz, eu apenas quero ajudar as pessoas mesmo que alguma delas achem que tudo que falo é ridículo porque prefiro engolir meu choro do que deixar que eles veem o que levo por dentro. Eu só falo do que sinto, mesmo que o transfira para outras pessoas, mas é tudo sobre mim também, mas a vergonha não deixa eu falar abertamente. Eu não posso curar a dor de ninguém, nem a sua e nem a minha, mas eu acredito em Deus e sei que preciso perdoar quem me machucou porque só assim eu serei livre. Cansei de ficar com medo de me expor, de ficar me escondendo, falar isso aqui está me doendo muito, mas preciso que você saiba que não é a única sofrendo, apenas os outros não sabem como dizer isso e nem ir atrás de ajuda seja de psicólogos e remédios. Eu nem tive coragem de ir no enterro dele, eu não consegui chorar na frente de ninguém, e eu só queria saber por que eu e não ele, já que para mim tanto faz está viva ou não, mas eu ainda estou de pé porque acredito que minha dor está sendo usada para ajudar os outros, para eles saberem que não estão sozinhos e que juntos vamos procurar em Deus nossa forma de sobrevivência. Tudo é efeito colateral do mundo em que vivemos, todos já sofremos, a diferença está na forma que lidamos com a nossa dor, se é culpando os outros por não entenderem, por não se botarem no nosso lugar, ou procurar curar os outros enquanto nossas feridas ainda estão abertas. Eu estou a ponto de chorar porque o que você passou foi simplesmente horrível e mesmo que eu tente não posso imaginar o seu sofrimento, você já correu atrás de ajuda e até agora ainda vive como se estivesse morta. E que a morte a cada dia parece a única escapatória porque não aguenta as lembranças, e nem a forma que as pessoas te veem com pena e até nojo ás vezes. Mas se você não lutar por si mesma quem irá fazer isso? Qual era a chance daquele espermatozoide fecundar o ovulo da sua mãe? Qual a chance de você ter nascido saudável? Ás veze a única forma que temos para viver é fazê-lo por quem amamos, saber que sem nós eles ficaram de mal a pior, vou orar por você toda noite pode ter certeza, mesmo não te conhecendo algo cresceu dentro de mim e eu ajudarei da única forma que conheço. Não sei se irá se ofender ainda mais com o que eu disse assim, porque o que eu sofri não chega nem aos pés do que você passou e ainda vem passando, não sou uma pessoa boa o bastante para te dar as respostas certas que mudarão sua vida, apenas direi que não é o fim por mais que sua dor seja insuportável, se está viva ainda é porque sente que alguma coisa vale ou ainda irá valer a pena tudo isso, e sempre, sempre, sempre há algo, mesmo que pequeno, para agradecer. Se apegue ao que é bom mesmo que seja um fio de cabelo que não caiu da sua cabeça, faça disso uma vitória e motivo para ir em frente se procurar onde se perdeu. E o tal monstro ainda viverá dentro de você até que deixe ele ir embora.

    ResponderExcluir

Você compraria meu livro?

Postagem em destaque

Os 13 porquês que Deus te diz para você não cometer suicídio

Ás vezes parece que você está á deriva num imenso mar. Acima há apenas céu e ao redor também, não há nada para se segurar, nenhum barco...